subscrever feeds
tags

todas as tags

posts recentes

O Tudoportodos.com chega ...

Bloggers: o vencedor é...

Ponto Final

Portugal despede-se de ca...

Finalmente o encontro

Conferência para a histór...

Miguel, o repórter

Em família

Boa sorte, companheiro!

Boas-Vindas

arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Sexta-feira, 13 de Junho de 2008
Junta-te aos Bloggers

Os adeptos no Tudoportodos.com tornam-se escritores em poucos minutos. A selecção nacional serve de inspiração e os sentimentos vão fluindo em forma de palavras. Entre o orgulho de pertencer a esta nação, a confiança na nossa equipa e os resultados práticos e positivos a que temos assistido, escrever sobre este tema é uma tarefa agradavelmente fácil.
Há medida que o tempo passa, as participações vão-se somando, e encontramos na página de Bloggers um pouco de tudo. As ideias surgem debaixo de um manto poético, como é o caso do post TudoporTodos, em jeito de relato histórico mediante o Orgulho de ser Português, ou então, de um modo bastante sentido, como pode ser visualizado no E tudo por tudo para festejar.
As votações já estão a decorrer, e os posts com o maior número de votos variam entre os 56 e os 71. Espreita a página de Bloggers, e une-te aos portugueses que demonstram toda a sua paixão pela Equipa das Quinas.



publicado por Tudo por todos às 14:45
link do post | adicionar aos favoritos

De Deus a 13 de Junho de 2008 às 17:51
Nós é que agradecemos esta oportunidade, principalmente os desempregados que ainda têm o luxo de ter internet (coisa que pode estar prestes a acabar) e que gostam de futebol. Mas vamos ser realistas e perceber que toda esta euforia e adoração Portuguesa e Brasileira pelo futebol e seus craques é um sinal de que algo não vai bem com as respectivas sociedades. As pessoas querem emoção nas suas vidas, querem sentir algo que os transcende, precisam de herois para viver tudo aquilo que não podem viver por elas próprias. Os heróis são isso, como actores no palco, eles servem a nossa necessidade de trocar papeis, funções, ser outra pessoa por umas horas. Esse é o apelo do teatro, do cinema, da música pop e do futebol: ser outrém por uns instantes, esquecermos de nós, da nossa miséria, das nossas feridas.

Esta oportunidade é muito positiva independentemente dos resultados finais. Que eu saiba isto é inédito por isso nem nós, nem os jogadores sabemos o efeito e a influência que podemos ter na psique de cada interveniente.
Eu não sei quanto tempo vou andar por aqui mas isso é uma "chain reaction".

Bom, a Austria marcou de penalty ontem.
Eu ainda não vi o lance mas espero que não me cheire outra vez a Wurst.
Vamos lá ver, este empate da Austria serviu não só a Austria mas também a Alemanha. Com este empate a Polónia foi-se. Não sei se me compreendem.

Se me permitem termino o meu comentário com um poema:

«Jogadores»: o menino, o actor e o "gambler".
A ideia do acaso não existe no mundo da criança,
nem no mundo dos sonhos ou do homem primitivo.

Também o "gambler" se julga protegido por um poder alheio.
O acaso, ou sorte, é hoje a religião da cidade moderna.
O ocidente nunca pensou Deus,
apenas mistificou a nossa espiritualidade com superstições,
alienando-nos da nossa verdadeira essência espiritual.
Para esses tudo é um jogo, um jogo de poder.

Mas todos os jogos contêm a ideia de morte.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




pesquisar neste blog
 
TOP Vídeos
Finalmente o encontro

Ricardo e o fã Tiago
by TudoporTodos

Que ganhe o melhor

Parece Fácil

Rivais e Amigos

Capoeira e Fogo no Pandeiro